Descubra como proteger seu filho dos raios solares

protetor solar

crianca com protetor

Os dias estão cada vez mais quentes, pedindo por uma vida ao ar livre. Como você já deve estar careca de saber, estar sempre bem hidratado, evitar se expor ao sol entre 10h e 16h e já sair de casa com protetor solar aplicado são regras que toda mãe cumpre com a chegada da estação sol. Atenção: antes dos 6 meses de idade não é recomendado o uso de protetor solar, muito menos exposição prolongada ao sol.

Minha maior dúvida era sobre qual protetor comprar e quando reaplicar. Divido com vocês as minhas descobertas.

FPS – o que é?
O Fator de Proteção Solar – FPS é o índice que determina o tempo que uma pessoa pode permanecer ao sol sem que sua pele fique vermelha. O número de FPS indica o nível de proteção que um dado produto oferece contra os raios ultravioletas (UV). Quando expostos ao sol sem qualquer proteção, levamos um determinado tempo para ficar com a pele avermelhada. Quando usamos um filtro solar com FPS 15, por exemplo, determina que levaremos 15 vezes mais tempo para ficarmos com a pele vermelha. Uma coisa é certa, quanto mais clara a pele, mais alto deve ser o filtro solar. O FPS recomendado para crianças é o superior ao FPS 30.

15 protege contra 94% dos raios UVB
30 protege contra 97% dos raios UVB 5
0 protege contra 98% dos raios UVB

Nenhum protetor oferece 100% de proteção contra os raios solares. O filtro solar com FPS 15 bloqueia a maior parte dos raios UVB. O tempo em que o filtro solar continuará a absorver os raios UVB será tanto maior quanto mais alto for o valor de FPS, diminuindo assim, a frequência de reaplicação.

Tipos de proteção: UVA e UVB
A radiação UVA está presente durante todo o ano, e atinge a pele quase que da mesma forma, tanto no inverno como no verão. Não surpreende que os dermatologistas digam que protetor solar deve ser utilizado o ano todo. Os raios UVA penetram profundamente na pele, e são os principais responsáveis pelo envelhecimento da pele e perda do viço. Essa radiação também predispõe a pele ao surgimento do câncer. A radiação UVB é parcialmente absorvida pela camada atmosférica da terra, mas a parte que chega aqui já é suficiente para causar danos à pele. A radiação UVB está bem mais abundante durante o verão; os raios UVB penetram superficialmente na pele causando as queimaduras do sol.

Reaplicar Antes mesmo de reaplicar, precisamos saber aplicar o protetor. Os protetores solares devem ser aplicados de 20 a 30 minutos antes da exposição ao sol. A reaplicação vai depender se o seu filho suou muito ou foi para a água; mas uma boa regra é de reaplicar a cada duas horas e reaplicar sempre após a criança sair da água, com a pele seca. Não se deixe enganar pela frase “a prova d’água”, muitos testes foram feitos e algumas marcas estão tendo que retirar essa informação de seus rótulos.

Dicas úteis:

  • Ao aplicar o protetor solar não esqueça das áreas que caem no esquecimento e acabam causando grande desconforto nos pequenos: orelhas, lábios, peito do pé e couro cabeludo, se o seu filho tem pouquinho cabelo.
  • Praia e piscina não são os únicos locais para se usar o protetor solar. Uma ida a pracinha ou passeios ao ar livre também se recomenda o mesmo rigor. Dependendo da cidade onde você mora, até mesmo uma saída de carrinho com o bebê ao supermercado deveria ganhar uma besuntada de protetor em você e no seu filho.
  • Chapéus, bonés e óculos (com proteção contra os raios UVA e UVB) devem estar na lista de toda mamãe. Esses acessórios são de grande ajuda na proteção contra os danos causados pelo sol.
  • Use protetor solar de amplo espectro, que proteja contra os raios dos tipos UVA e UVB.
  • Hidrate a pele após ter tomado sol, para restaurar a umidade perdida, evitando assim o seu ressecamento. Você pode usar no seu pequeno um sabonete que já contenha hidratante e/ou passar um bom hidratante pós banho.

 

Gostou? Curta nossa pagina no Facebook e fique por dentro das novidades!

COMENTÁRIOS